Tokyo DisneySea

20160216_125901

Continuando a mini-série sobre a Disney Japão (iniciada aqui), falo hoje sobre o DisneySea, o parque mais bonito que já visitei e atual 5º colocado em número de ingressos vendidos. Diferente da Tokyo Disneyland, que segue o modelo das outras “disneylândias” ao redor do mundo, este DisneySea é único e talvez o parque mais inesquecível que existe.

O projeto nasceu originalmente como Port Disney, um suposto novo complexo na Califórnia que traria a temática de marina e cidades portuárias. Anunciada em 1991, a ideia foi descartada logo depois, por conta de problemas financeiros da empresa do Mickey, causados em grande parte pela Disneyland Paris, que na época ainda lutava para se manter viva.

No final da década de 90, a The Oriental Land Company, que já operava a Tokyo Disneyland desde 1983, incorporou parte das ideias do parque portuário para criar o conceito da DisneySea. Foi inaugurado em 2001, com o maior orçamento já visto para empreendimentos do gênero, e se tornou um dos mais visitados e queridos do mundo, assim como recordista em receber 10 milhões de visitantes (apenas 307 dias após sua abertura!).

O PARQUE

map_disneysea

Expandindo um pouco a ideia do não concluído Port Disney, o DisneySea incorporou os conceitos de aventuras e ficções-científicas ao projeto de parque com temática aquática. O resultado é um parque de diversões gigante e extremamente bem feito, que sem dúvidas é o mais bonito e bem cuidado que já vi. Só as visões do navio e do vulcão, os dois principais marcos, já vale o preço do ingresso!

As áreas temáticas são: Mediterranean Harbor (entrada do parque, espécie de uma Veneza meio rústica), American Waterfront (simula região portuária da década de 20 nos EUA), Lost River Delta (ruínas de uma civilização perdida), Port Discovery (cidade meio steampunk), Mermaid Lagoon (área da Pequena Sereia), Arabian Coast (temática do oriente médio e Aladdin) e Mysterious Island (inspirada nas histórias de Jules Verne).

As atrações em si são muito boas e contam com diversas exclusivas, incluindo duas montanhas russas e um simulador. O grande problema, assim como na Tokyo Disneyland, são as filas. Se no dia anterior eu tomei susto com a lotação do outro parque, neste eu tive que realmente desistir de ir em algumas rides devido ao tamanho das filas.

Portanto, novamente, minha recomendação é correr parar tirar os FastPass com horário marcado, para depois passear com calma (lembrando que são três que temos direito inicialmente). Uma sugestão boa também, para quem já é expert nos parques de Orlando, é priorizar as atrações exclusivas do Japão (que neste parque são muitas!). Por mais divertidas que sejam, as rides Tower of Terror e Toy Story Mania podem ser sacrificadas do seu roteiro, caso as filas estejam quilométricas, já que são bem parecidas com as versões americanas. Dê preferência ao que só existe no Japão! Mais abaixo comento atração por atração.

Após a maratona de correr nas rides principais, ai sim aproveite para passear e tirar muitas fotos. Não há parque mais perfeito para isso!

INGRESSOS

20160216_091407

Aqui não preciso me repetir, afinal as informações são as mesmas do post anterior. Comprem sempre pela internet, não deixem nada para hora. Economizar tempo em fila é sempre saudável.

ATRAÇÕES

20160216_101855

Sempre bom se organizar para pegar as atrações que mais te interessam. Como já disse, o bacana da DisneySea é a possibilidade de curtir rides e montanhas-russas que não existem nos Estados Unidos. Coloco abaixo um pequeno resumo das atrações principais, colocando o símbolo (+) nas que mais precisam de FastPass. A lista completa pode ser encontrada no site oficial, clicando aqui.

  • Indiana Jones Aventure (+) – Simulador que infelizmente estava em manutenção quando eu fui. Fiquei arrasado! Mas pelos vídeos e relatos de pessoas que já foram é uma das atrações principais.
  • Raging Spirits (+) – Montanha-russa bem legal com looping de 360º. Muito cheia, mas aceita single riders (fila reduziu em 40 minutos).
  • Journey to the Center of the Earth (+) – Montanha-russa indoor muito divertida e bem feita, embora seja bem curtinha. Era a fila mais longa do dia que eu visitei, chegando a mais de três horas de espera. Impossível ir sem FastPass!
  • Tower of Terror (+) – Torre de queda livre, parecida com a de Orlando. Se não precisar enfrentar as duas horas de fila, vá em frente!
  • Toy Story Mania (+) – Queria muito ter ido, por que adoro Toy Story. Mas novamente a fila de quase três horas me impediu. As 09:30, quando entrei no parque, o FastPass mais cedo era para 21:00. Ou seja, impossível! Mas é um brinquedo muito divertido, daqueles que tem que mirar e atirar.
  • Aquatopia – Atraçãozinha de bote em dupla para girar, girar e girar. Espécie de xícara da Alice na água.
  • Sindbad’s Storybook Voyage – Uma daqueles passeios de barquinho indoor com vários animatronics e musiquinha que gruda na cabeça. Vá no período da tarde para descansar.
  • Turtle Talk – Show de humor igual ao de Orlando, mas todo em japonês.
  • The Magic Lamp Theater – Mini espetáculo que mistura projeção 3D com atores e efeitos especiais. Obviamente todo em japonês, mas vale pela experiência.
  • Mermaid Lagoon Theater – Mini musical com a história da Pequena Sereia, também todo em japonês. Acabei não indo, mas pelos vídeos parece ser bem bonitinho.
  • 20,000 Leagues Under the Sea (+) – Atração “submarina” que vale até um FastPass extra lá pelo fim do dia. Não tem nada demais, mas o visual simulando o fundo mar me conquistou.

Existem várias outras pequenas atrações e paradas com personagens, mas acho que as principais são essas. Se você estiver com crianças, vale uma olhada mais aprofundada na área da Pequena Sereia, que não me prendeu muito justamente por ser mais infantil.

ALIMENTAÇÃO

20160216_122629

Hambúrguer de BACALHAU – DisneySea Tóquio

Nada de muito diferente do que é comum em alimentação de parques. Mas mesmo assim consegui inovar nas escolhas e experimentei algumas iguarias locais interessantes. Diferente da Disneyland, aonde tive muita dificuldade de almoçar sentado e com calma, aqui já foi um pouco mais fácil. Não sei se foi o horário, o clima ou uma mistura de tudo, mas pude comprar e me sentar sem a menor dor de cabeça. No almoço comi um hambúrguer de bacalhau (sim, bacalhau) bem surpreendente, com batatas e café. Durante o dia, experimentei algumas iguarias, a mais interessante delas uma espécie de churros que nunca havia visto e até hoje não descobri o sabor do recheio. Enfim, aproveite que está em um parque em pleno Japão e tente fugir do óbvio!

COMO CHEGAR

20160216_090127

Como falei no post anterior, para chegar no resort é muito fácil. A diferença entre os dois parques começa depois que se desce do metrô. Enquanto para acessar a Disneyland basta uma rápida caminhada de 5 minutos, para a DisneySea precisa pegar também o monorail interno do complexo.

A estação é a Resort Gateway Station, bem fácil de achar seguindo a sinalização. Como é uma linha circular de apenas quatro estações não tem mistério nenhum. Em menos de 10 minutos o trem te deixa na porta do DisneySea. Os bilhetes custam 260 ienes por trecho ou 650 ienes para o passe diário. Se você for usar mais do que três passagens, já vale a pena o passe. Se for como eu, que só usou na chegada e na saída, dê preferência aos bilhetes avulsos. Mais informações neste link.

CONCLUSÃO

20160216_124535

Não vou chover no molhado e ficar repetindo o quanto este parque é incrível ou o quanto a Disney é sensacional. Isso acho que já deu para perceber. O diferencial mesmo do Tokyo DisneySea, até para quem já é veterano em Orlando, são as atrações e ambientes exclusivos que não existem em nenhum outro lugar do mundo. Portanto não perca tempo, e se estiver indo para o Japão, marque sua visita ao Tokyo Disney Resort. Será um dia inesquecível. Eu prometo!

MAIS FOTOS!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s